Sua vida profissional sabota sua boa forma e saúde

Se sua vida profissional está sabotando a sua dieta, ou pior, aumentando ainda mais as suas medidas, saiba como identificar todos os momentos em que seu trabalho vira inimigo de sua balança e prepare o contra-ataque.

 

Quer dizer que seu trabalho engorda ?

Dependendo do tipo de atividade, extremamente sedentária, somente sentado atrás de uma mesa, associado á falta de tempo de comer com calma, sem realizar atividades físicas, funciona como um verdadeiro regime de “engorda “.

Na lista dos “vilões", inclui o acesso fácil ás máquinas de guloseimas, fast food, excesso de cafezinhos durante o dia , e as tentações oferecidas pelos colegas de trabalho no meio da tarde. Se não é o que você pretende para a sua saúde, tome uma atitude e modifique logo a sua rotina, pois a gordura que primeiro acumulamos é na parte abdominal, própria de aumento de eventos cardiológicos e metabólicos, com aumento do hormônio insulina e, por fim, inicio de uma doença chamada diabetes.

O primeiro passo é reservar um tempo na sua agenda diária para tomar o seu desjejum matinal e almoçar – sempre que possível, no mesmo horário – além de programar um intervalo no meio da tarde para fazer um rápido lanche. São atitudes simples, mas indispensáveis para evitar as “armadilhas “ comuns, como pedir sanduiches por telefone fora da hora do almoço e devorá-lo em minutos diante do computador.

 

Você faz parte do gigantesco time de pessoas que comem quando ficam tensas?

Entao “corre “maior risco de engordar, pois o ambiente de trabalho é tenso e competitivo, a boca fica “nervosa “. Isso acontece porque o estresse estimula a produção de cortisol – hormônio que estimula o corpo a estocar gordura. E lá vem o peso extra, principalmente no abdome ( barriga ). Portanto, se o clima esquentar no seu trabalho, arrume um tempinho para você relaxar, no final ou no começo do dia, soltar “ suas feras “ , numa caminhada ou em qualquer atividade física que goste !

 

Hora do almoço

Se tem restaurante na empresa , ótimo ! Mas veja lá o que você vai por no prato. Servir-se de tudo um pouco ( ou te tudo muito ) resulta numa refeição pra lá de calórica. Experimente reservar metade do prato para as folhas os legumes, e o restante para ocarboidrato ( um ‘so por vez : batata ou macarrão ou arroz, nunca dois de uma vez ), e a proteína ( carna magra assada ou grelhada ). Ou inverta os pratos: o raso para a salada e o de sobremesa parao salgado ( arroz, feijão e carne ) . Outra dica interessante: evite o caroço do feijão, use somente o caldo, pois assim sentirá menor plenitude digestiva. Pule o bife empanado, as frituras e os molhos gordurosos. Assim você poderá ter o direito a uma pequena sobremesa á base de frutas ou doces light.

Faça um a dois lanches leves á tarde, com intervalod de três horas entre eles. O que comer ? Frutas secas, castanhas, iogurtes light. Essas comidinhas ajudam á você a ficar longe dos salgadinhos, doces e refrigerantes.

Evite levar trabalho extra para casa, pois ficar até tarde acordado também faz os “ pneuzinhos saltarem “ . Isso acontece devido ao aumento do cortisol, que agem mais intensamente em pessoas que dormem pouco. Reflita sobre esses conselhos!